Guia definitivo para resolver problemas no WordPress

Um guia rápido para resolver os mais frequentes problemas no WordPress. Dicas fáceis que vão ajudar a manter seu site funcionando.

Guia definitivo para resolver problemas no WordPress. Quem nunca teve problemas com o WordPress que atire a primeira pedra. A plataforma que turbina mais de 30% da Internet exige de seus usuários um mínimo de conhecimento. Templates, plugins e muitas vezes os servidores causam dores de cabeça que todos gostaríamos de não ter.

E hoje é dia de você, nosso leitor, receber nosso conhecimento sobre os mais frequentes problemas no WordPress totalmente de graça. Um tutorial para evitar e resolver as ocorrências mais comuns no WordPress. Além de ajudar a abrir um chamado em nosso suporte com mais objetividade, o que facilita e agiliza o atendimento.

Problemas no WordPress

Método de solução de problemas no WordPress

Quem já tem alguma experiência no WordPress ou já viveu algum problema no WordPress, com certeza já ouviu uma das três perguntas a seguir:

  • Seu site está atualizado?
  • Os plugins estão atualizados?
  • O seu template está atualizado?

Sim, uma fonte eterna e permanente de problemas no WordPress são os plugins. Esses elementos, que simplificam e facilitam muitas tarefas diárias, podem ser a fonte da dor de cabeça. Tanto eles quanto temas (use sempre bons produtores e templates/layouts já testados) podem ser causa de instabilidade no site.

Começando a resolver os problemas no WordPress

Para resolver essa questão, a galera do WordPress.org construiu um… plugin. Ou seja, o Health Check & Troubleshooting garante o diagnóstico fácil para quem não sabe o que fazer em caso de problema.

Health Check & Troubleshooting, o novo plugin WordPress.org

Para instalar, siga o caminho no seu painel: Plugins > Adicionar novo e busque por Health Checker & Troubleshooting. Dica: está logo no início, entre os principais plugins, como o Editor Clássico. Instalado e ativado, o plugin irá aparecer como um submenu do Painel. Em caso de problema, clique Resolução de Problemas (ou Troubleshooting, se você usa a versão em inglês) e clique em Resolver Problemas.

Aí vem a mágica para esses problemas no WordPress. O plugin desativa todos os plugins e usa o tema padrão do WordPress só para o admin. Ou seja, você acaba de voltar ao estágio inicial do site com um clique, uma versão limpa do WordPress, sem nenhum plugin ativo. Sendo assim, você pode fazer localmente os testes, ativando os plugins um a um e descobrindo qual é a fonte da sua dor de cabeça.

Achou? É um plugin? Então:

  • Verifique atualizações;
  • Se o plugin está atualizado e deu problema, você pode tentar usar uma versão anterior ou investigar a causa da incompatibilidade (recomendado para nerds). Para usar a versão antiga, entre no diretório do WordPress.org, baixe a versão antiga e envie para o servidor por sFTP.
  • Caso isso não funcione, entre em contato com o suporte e peça a versão anterior do site.

Segundo o departamento não oficial de estatísticas, 90% dos problemas de funcionamento são relacionados à compatibilidade entre temas e plugins. Por isso, mesmo que você não consiga resolver sozinho o problema – nossos gênios sempre estarão às ordens – já é um ótimo começo saber onde está o X da questão.

Erro 500 – erro interno de servidor ou internal server error

Erro 500 é outra questão recorrente em instalações WordPress. Sendo assim, as causas mais comuns são:

  • .htaccess corrompido, com regras incorretas;
  • Template com algum tipo de problema;
  • Plugins com problemas;
  • Problemas de arquivos do WordPress;
  • Erro de limite de memória do PHP.

.htaccess

Esse arquivo pode disparar calafrios para quem entende um mínimo de WordPress e nada de código. Só porque ele contém as configurações Apache do servidor web e é responsável por regular o acesso a arquivos, fazer redirecionamentos, definir regras de cache e organizar o funcionamento do WordPress de forma geral. Só por isso!

O bom é que esse arquivo tão importante é muito fácil de ser restaurado. Entre no servidor (sFTP) e renomeie o seu .htaccess e renomeie. Por exemplo: .htacess-antigo é uma boa opção.

Volte ao site. Se funcionar, ótimo. Entre na Dashboard do seu WordPress, vá em Configurações > Links permanentes e salve sem mexer em nada. Esse processo criará um novo .htaccess correto.

Se isso não resolver, como vc está sem acesso ao site, será preciso entrar no servidor pelo sFTP e renomear a pasta plugins para desativar todos de uma vez.

Caso você tenha dificuldades para resolver, lembre que o nosso suporte está sempre a postos e com backups prontos do seu site para tomar as medidas necessárias.

Erro de conexão com o banco de dados

Quando esse aviso aparece, certeza: o WordPress não consegue acessar o banco de dados.

Pode ser por excesso de conexões causado por muitos visitantes simultâneos (jamais na PortoFácil, mas pode acontecer); plugins mal comportados; excesso de carga ou erro na configuração do wp-config.php.

A última opção não existe se você não realizou uma migração recentemente. Contudo, em caso de erro de conexão com o banco de dados, sempre verifique os dados de conexão com o hostname e IPs corretos e também se o usuário do banco de dados tem os privilégios corretos. Ou seja, precisa poder ler e escrever pelo menos, para funcionar, vale lembrar.

Limite de memória excedida

Esse problema acontece frequentemente em hospedagens compartilhadas. A razão é o uso do WordPress da memória do servidor, que é pequeno – máximo de 64MB. Se esse erro aparece para você, mesmo com poucos visitantes, é preciso atenção.

Primeiro: sua hospedagem pode estar sendo muquirana e não entregando memória suficiente para o funcionamento do seu site e sistema. Ou você pode estar usando algum plugin mal comportado que está sobrecarregando o sistema.

Sendo assim, para resolver, você pode editar o arquivo wp-config.php e aumentar o limite de memória – o que não vai resolver patavina caso o limite seja do servidor. Caso o erro persista, aconselhamos trocar de hospedagem. Aproveite para conhecer nossos planos de servidores VPS e servidores dedicados!

Site congelou no modo de manutenção

Já te aconteceu de fazer uma atualização e o site ficar por muito tempo “Em manutenção“? Embora o erro tenha sido bem menos frequente, isso ainda acontece, para irritação geral dos usuários.

A razão e a solução são bem simples. O WordPress cria um arquivo .maintenance na raiz e, às vezes, ele esquece de apagá-lo ao fim do processo. Para resolver, é muito simples: acesse seu servidor via sFTP e apaga o arquivo manualmente. Simples assim!

Resumo da ópera

Mesmo o WordPress sendo o CMS incrível que é, ele pode sim ser a fonte da sua dor de cabeça. Por isso, neste guia fizemos um resumo rápido das principais causas e soluções. O fundamental, entretanto, é o básico: a sua hospedagem.

O seu servidor é a fonte de todo o bem – e boa parte do mal, se você não escolher direito. Afinal, é a sua hospedagem que define recursos, funções e possibilidades. Aqui na PortoFácil, além do suporte rápido e eficiente, a gente tem a Mônica para Clientes, backups automáticos, otimização de imagens e muito mais para ajudar você no seu dia a dia como produtor de conteúdo.

Conte conosco para ajudar a manter seu site e seu negócio no ar.

 

Quero ser cliente da PortoFácil!Contato

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.9
Total de Votos: 21
Guia definitivo para resolver problemas no WordPress

Compartilhe

Publicado por Lucia Freitas – 20 de agosto de 2019