Atenção com as senhas fracas no WordPress!

Aprenda a criar senhas fortes e seguras, mantendo seu site WordPress sob controle e sem riscos de invasão.

Atenção com as senhas fracas no WordPress! Você sabia que senhas fracas sempre foram um grande problema de segurança digital?

A maioria esmagadora dos problemas de invasões, defacements, roubo de conteúdo, ou qualquer outra ocorrência, é causada pelo usuário que deveria ser responsável pelos seus próprios dados, incluindo senhas fracas, e não por reais falhas nos sistemas computacionais.

Como criar senhas fortes e seguras?

Por exemplo, o ideal é você criar senhas com no mínimo 12 caracteres alternando e misturando entre:

  • Letras maiúsculas: “ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ
  • Minúsculas: “abcdefghijklmnopqrstuvwxyz
  • Números: “0123456789
  • Caracteres especiais: “[email protected]#$%ˆ&*+“.

Desta forma as chances de você ser invadido por força bruta, método ainda muito popular entre invasores, serão relativamente mínimas.

Gerenciador de senhas

Se você tem dificuldade de memorizar senhas fortes, recomendamos o uso de um bom gerenciador de senhas.

Atualmente no mercado existem vários aplicativos que, além de criar senhas fortes com alto nível de segurança, lhe ajudam a ficar protegido contra ataques em geral, não só com seu site WordPress, mas em todos os lugares em que você possui registro, como email, rede social, site de compras, etc.

Responsabilidade total do cliente

Um motivo a mais para que os usuários em geral passem a levar a sério a responsabilidade que têm sobre suas senhas é uma recente decisão judicial que dá conta que empresas de hospedagem de sites não são responsáveis por ataques “hacker” (sic).

Portanto, achamos fundamental que as pessoas se conscientizem de que são totalmente responsáveis por suas senhas e que o desleixo pode implicar em consequências e prejuízos exclusivamente para o desleixado.

 

Quero ser cliente da PortoFácil!Contato

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.66
Total de Votos: 38

Atenção com as senhas fracas no WordPress!

Compartilhe

Publicado por Janio Sarmento – 28 de janeiro de 2019